Livro: Querido John
Autor: Nicholas Sparks
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito
ISBN: 978-85-63219-02-2
Classificação:


Sinopse

"Quando John Tyree conhece Savannah Lynn Curtis, descobre estar pronto para recomeçar sua vida. Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército, após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer, os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar."




Antes de comprar o livro eu já era apaixonada pela história do filme, como sempre a gente se decepciona com o filme quando lemos o livro, mas paciência isso sempre irá acontecer por mais que os leitores se revoltem.

"[...]Paixão é paixão. É o entusiasmo intercalando o espaço do tédio, e não importa a que se dirige.[...]Bem pelo menos na maioria das vezes. não estou falando aqui de vícios"

John sempre foi muito bem na escola quando novo só que chegado um certo momento se revoltou começou a tirar notas ruins a andar com quem não devia o que não rendeu frutos no seu futuro terminado o ensino médio como não iria para uma faculdade resolveu se alistar no Exército. Só que ele não imaginava que durante uma de suas licenças ele iria conhecer a Savannah, a garota dos seus sonhos que entrou em seus pensamento e nunca mais saiu.
Savannah estava fazendo um trabalho social na região montando casa para necessitados e conheceu John no píer pois em um pequeno desastre sua bolsa havia caído no mar e como nenhum de seus colegas se prontificou para pegar John pulou e resgatou a bolsa e a partir daí que tudo começou.

"Quando os lábios dela tocaram os meus, soube que poderia viver cem anos e visitar o mundo todo e nada se compararia ao momento único em que beijei a mulher dos meus sonhos e soube que meu amor duraria para sempre"

John passou toda a sua licença saindo com Savannah e se conhecendo melhor e descobriu que estava louco por ela e que não era apenas uma paixão sentia que a amava e os dois se entregaram a essa relação, só que John logo partiria e não sabiam o que seria do relacionamento deles. Chegado o dia da partida prometeram se comunicarem através de cartas, e-mails e até alguns telefonemas as vezes.
Em sua nova licença ele foi conhecer os pais de Savannah e o restante da licença passaram o tempo todo juntos, se entregaram a esse amor que tanto domina o coração de ambos e infelizmente a licença acabou e John teve que voltar mais novamente trocaram votos e como seu tempo de alistamento já estava se encerrando logo estaria de volta para poder ficar para sempre ao lado da mulher amada.

"[...] o amor significa pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria."

Só que nem sempre as coisas acontecem do jeito que queremos e com o atentado de 11 de setembro acabou se realistando, não por patriotismo mais pelos companheiros, pela amizade e essa notícia não foi boa para seu relacionamento passado um tempo as coisas mudaram as cartas de Savannah chegavam com pouca frequência até o momento em que recebeu a ultima carta onde dizia que estava apaixonada por outro, isso fez com que ele passasse mais tempo do que o esperado no Exército pois não tinha mais motivos para voltar só voltou por um tempo prolongado quando seu pai faleceu, Savannah já havia se casado e ele acabou parecendo na casa dela para ver como as coisas estavam, conversaram e descobriu que ela estava casada com Tim, amigo dela desde criança, e que ele estava muito doente e não sabia se ele viveria por muito tempo pois o convenio só pagava o tratamento indicado e não cobriam tratamento experimentais e toda a cidade estava arrecadando dinheiro para ajudar mais ainda não tinham o suficiente. John visitou Tim várias vezes durante sua licença e antes de voltar passou no hospital pois precisava falar com Tim que sabia que provavelmente não sobreviveria por muito tempo e pediu a John que cuida-se de Savannah e de seu irmão pois sabia que ele amava muito ela e ela também ainda o amava e explicou o sentido do verdadeiro amor. John ouviu tudo o que Tim tinha a dizer e fez a melhor coisa que poderia ser feito quando se ama verdadeiramente.



É incrível como Nicholas Sparks me supreende em cada livro que leio dele, a maneira como ele expõe os sentimento, faz com que sinta o que a pessoa está passando naquele momento a maneira como ele fala do amor de todas as maneiras em cada página não tem como não se apaixonar. Livro de leitura embriagante que te faz querer devorar cada página para descobrir os acontecimentos.


2 Comentários

  1. Olá!!
    Também sempre gostei muito do filme, mas ainda não li o livro. Que bom que gostou!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Não li o livro, mas amo o filme. Vi há uns anos com umas amigas e todas adoramos.
    Sua resenha ficou ótima!

    ResponderExcluir